Sor Linus Tyrell [Laís]

GoT RPG :: Off :: Fichas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Sor Linus Tyrell [Laís]

Mensagem por Linus Tyrell em Ter Fev 02, 2016 10:25 pm

Sor Linus Tyrell

22 dias de seu nome • Tyrell • Cavaleiro • Jesse Eisenberg


Vantagens e Desvantagens

V:Ágil, atraente, lutador de lâminas longas, rápido

D: Impulsivo, insubordinado, colérico, narcisista



Características Fisicas e Psicológicas

Linus tem estatura mediana e é um pouco magro por natureza, mas seus músculos são bem definidos. Os cabelos são castanhos e encaracolados. Possui olhos azuis, herdados por parte de sua mãe. A barba não cresce muito, mas sempre está presente em seu rosto. Ao contrário da maioria dos homens, Linus preza tanto pela sua aparência que chega a ser narcisista. Para ele, nenhum outro ser humano será capaz de alcançar seu alto padrão de beleza.

Apesar de não ser tão forte, seu porte físico o beneficia na agilidade e velocidade. Além do mais, por treinar desde muito cedo, é um exímio lutador com espadas.

Quem o vê pode achar o contrário, mas Linus não é o tipo de pessoa que se possa considerar agradável. Seu temperamento é explosivo e possui um gênio muito forte, frequentemente agindo agressivamente ao ser contrariado. Sofrendo com dificuldades de autocontrole, acaba reagindo impulsivamente à maioria das situações.

Graças à raiva incrustada por seus pais e seu irmão mais velho, acabou criando uma mania de insubordinação. Aceitar ordens não é o seu forte, e ele costuma deixar isso claro.





História do Personagem

Terceiro filho do Lorde Weslar Tyrell, Linus Tyrell teve a oportunidade de crescer em um ambiente tranquilo. Apesar de não ser o herdeiro direto do título de Senhor do Jardim de Cima, o garoto sempre teve tudo o que quis a sua disposição e foi tratado com muito respeito por seus servos. É impossível dizer que Linus não gostava disso, mas sempre procurou fazer e conseguir as coisas por si só, o que acabou culminando em várias derrotas diferentes ao longo de sua infância.


Um detalhe importante dessa parte de sua vida são as brigas que costumava ter com seu irmão, Aaron, o primogênito. Quando pequeno, o herdeiro da Campina era um verdadeiro demônio. Sendo o mais velho dos então quatro filhos, assumiu o papel de bully e começou a infernizar a vida de Linus e do mais novo, Henry. Aaron, por achá-los fracos, aproveitava-se para fazer brincadeiras e desafiá-los em coisas que ele sabia que não poderiam vencer. Isso diminuiu bastante a autoestima de Linus, que muitas vezes era pego chorando por cantos aleatórios do castelo, o que só piorava sua situação.


Para sua sorte - ou infortúnio, dependendo da avaliação -, Linus tinha uma protetora. Tarta, segunda filha de Weslar Tyrell, era apenas um ano mais velha que ele, mas já fazia um ótimo trabalho amparando os irmãos pequenos quando estes mais precisavam. Tal dependência apenas fez com que Aaron os atormentasse ainda mais, argumentando que, se os garotos precisavam de uma menina para se defenderem, eles nunca seriam homens de verdade.


Certa feita, com seus sete anos, Linus cansou do tratamento que estava recebendo e desafiou o irmão para um “duelo”. Durante os três anos que Linus sofreu na mão de Aaron, o menino nunca tinha pensando em revidar. A verdade é que, até então, era covarde demais para isso. Entretanto, daquela vez, a história foi contada de outra forma: Linus, movido pelo ódio, finalmente derrota o irmão. Mesmo que tivesse levado uns bons socos, conseguiu deixá-lo no chão, chorando, com sangue escorrendo das bochechas graças a um arranhão profundo feito com um pedaço grande de pau. A cicatriz de Aaron é visível até hoje, quinze anos depois.

Alguns servos encontraram o menino, ainda no chão, alguns minutos depois da briga e o levaram para seu pai, que ficou furioso. No acesso de raiva, gritou por curandeiros e pelo culpado. Linus, sem dúvida, estava encrencado. Nunca fora o favorito do Lorde, muito pelo contrário, e ferir o herdeiro do trono realmente não tinha sido a coisa mais sensata a se fazer. Quando finalmente foi encontrado, Linus foi punido severamente à base de tapas dados pelas próprias mãos do pai.

Os tapas que recebeu naquele dia podem não ter deixado marcas físicas, mas mudaram o garoto para sempre. De uma criança dócil e covarde, acabou adquirindo uma personalidade explosiva e impulsiva, passando a agir agressivamente quando as coisas não iam do jeito que queria.

As únicas pessoas das quais ele realmente gostava eram Tarta e Henry. Mesmo que não demonstrasse a afeição, jurou para si mesmo que faria de tudo para protegê-los. Por outro lado, criou um sentimento de repulsa em relação ao pai e ao irmão mais velho, apesar de ter evitado ser agressivo com os dois por medo de punição.

Aos oito anos, foi mandado para viver em Monte Chifre, onde aproveitou para colocar toda a sua raiva nos treinamentos de espada e tornou-se pajem de um cavaleiro Tarly. Com ele, criou gosto pelo ofício de cavaleiro, sentindo que, finalmente, havia encontrado o seu lugar. Como esperado, seguiu treinando até se tornar um escudeiro e, ao completar 16 anos de seu nome, virou oficialmente um cavaleiro. Com o novo título em mãos, Sor Linus Tyrell decidiu que o honraria como nenhum outro.

Cresceu distante dos pais, sem deixar escapar nenhuma oportunidade de sair dos limites da Campina. De vez em vez, voltava ao castelo Tyrell com o objetivo único e exclusivo de ver como estavam seus irmãos. Continuou treinando, viajando pelo continente e entrando em diversos torneios, até mesmo saindo vencedor de alguns.


avatar
Linus Tyrell

Mensagens : 8
Origem : Jardim de Cima, Campina
Posição em Westeros : Cavaleiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


GoT RPG :: Off :: Fichas

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum