Viserys II Targaryen [Kelen]

GoT RPG :: Off :: Fichas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Viserys II Targaryen [Kelen]

Mensagem por Viserys II Targaryen em Ter Fev 02, 2016 11:18 pm

Viserys II Targaryen

40 • Targaryen • Mão do Rei • Lee Pace



Vantagens e Desvantagens

Vantagens: Lutador de Lâminas Longas, Famoso, Autoridade, Negociador Nato
Desvantagens: Cético, Super-protetor (filhos), Orgulhoso, Malicioso



Características Fisicas e Psicológicas

Possui a beleza típica e única daqueles que carregam o sangue de Valíria. Seus cabelos são longos, lisos e platinados, a pele pálida, os olhos de um violeta profundo, com traços fortes desenhando a linha de seu rosto. É alto e esguio, e mesmo marcado pelos dias do seu nome, continua forte por conta dos treinos com espadas.
Os anos observando os príncipes mercadores lysenos, o tornou um negociador e diplomata tão bom quanto. Possui um senso de liderança único, governando tão bem como Mão, que alguns o chamam do segundo Conciliador, depois do rei Jaehaerys. É de uma autoridade que ninguém ousa questionar, e apesar de ter ciência de sua boa fama nos Sete Reinos, não é alguém que ligue muito pra isso. Pelo modo que soube que a mãe foi morta a mando do próprio irmão, com anos longe de sua família por pessoas que esperavam dinheiro em seu resgate, por tudo que a Dança dos Dragões causou, Viserys parou de acreditar que existia alguma bondade no mundo, ou nas pessoas, fechando seus olhos para qualquer um que demonstrasse isso. Mesmo quando está quebrado, não demonstra o que sente, sempre sustentando um sorriso confiante e carismático para todos. Sua maior fraqueza são os filhos, a quem protege com todas as armas que lhe é possível.



História do Personagem

Filho da princesa Rhaenyra e do príncipe Daemon, Viserys nasceu nos anos que se antecederam a Dança dos Dragões, a guerra onde sua mãe e seu tio Aegon II lutaram pelo Trono de Ferro. Esse embate custou muito para toda a Casa Targaryen, uma vez que a maioria dos dragões e muitos membros da família seriam mortos futuramente. Ele cresceu em Pedra do Dragão junto dos irmãos. Quando a guerra de fato havia começado, em 129 DD, foi mandado em um navio para Essos, junto de seu irmão Aegon III. O navio quase havia sido capturado por navios d’Os Verdes, facção Targaryen que apoiava Aegon II. Seu irmão escapou em seu dragão, mas ele não tivera a mesma sorte. A trajetória perigosa o levou para Lys, sendo mantido em segredo por príncipes mercadores que pretendiam lucrar com seu resgate ou sua morte, e desse modo o jovem se criou, observando as negociações e treinando com espadas. Mas a arte da guerra nunca chamou tanto sua atenção, como a política fazia. Em 134 DD, casou-se com uma princesa lysena, a bela Larra Rogare, sete anos mais velha que ele próprio. Dois anos mais tarde de seu casamento, foi encontrado por Punho de Carvalho, o lorde Velaryon da época. O preço que o lorde concordou por pagar por sua liberdade era enorme, e logo se tornou de tema controvérsia. Mas enfim o príncipe Targaryen conseguiu voltar pra Westeros, indo servir seu irmão Aegon III na corte, sendo o único em que o rei confiou para o resto de sua vida. Em Porto Real, sua mulher deu a luz ao primeiro filho, Aegon, que seria seguido por Aemon, Naerys, Naemon e Alysanne. Por ser um homem do conselho, nunca realmente teve muito tempo para os filhos, mas quando os via, dedicava-se ao máximo para ser o pai que mereciam. No ano de 148 DD, Larra o abandonou e voltou para Lys, suas terras de origem, levando sua filha mais nova junto. Nesse mesmo ano, conheceu Visenya Waters, que descobriu ser sua meia-irmã por parte do pai, e desde que ela ganhou sua confiança, ambos começaram a trabalhar juntos para manter o Reino. Quando com a idade certa, ele arrumou o casamento de seus dois filhos, Aegon e Naerys, um ano que também foi marcado pela morte do último dragão, uma fêmea que botou cinco ovos. Ele presenteou cada filho com um ovo, guardando o último se algum dia Alysanne voltasse. Viserys nunca mais deixou Porto Real, servindo seu irmão no conselho, e mais tarde serviria como Mão do sobrinho, Daeron I. A morte precoce do Jovem Dragão, o fez governar os Sete Reinos por um ano, enquanto Baelor negociava em Dorne, e se curava em Ponta Tempestade. E como um homem que sempre visou o bem de seu continente, governou de modo sábio e próspero, seguindo desse modo ao aconselhar seu sobrinho. Admirava Baelor pelo modo que havia conseguido trazer Dorne para o resto de Westeros, embora não concordasse com seu fanatismo religioso, tomando decisões, as poucos de seu reino até o momento, se baseando somente nos Sete. Tais atos quase o levou para a morte, e estava disposto a não deixar mais nenhum loucura daquelas acontecer, esperando mudar a forma de pensamento do jovem rei.  


avatar
Viserys II Targaryen

Mensagens : 31
Origem : Fortaleza Vermelha, Porto Real
Posição em Westeros : Mão do Rei

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

GoT RPG :: Off :: Fichas

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum